BRB - Banco de Brasília

Você está em: Para Você»Segurança»Fraudes»Exemplos

Exemplos de golpes/fraudes

Golpe do phishing

figura 1 - phishing

O phishing é o tipo de fraude mais comum e tem causado grande prejuízo ao sistema bancário. Os criminosos criam sites falsos, que imitam os dos bancos e, por meio de técnicas de engenharia social, induzem o cliente a acessá-los e a fornecer seus dados bancários e informações pessoais.

De posse das credenciais de acesso à conta do cliente, os fraudadores realizam operações financeiras, como pagamentos e transferências.

As páginas falsas são divulgadas por meio de mensagens eletrônicas (e-mail, SMS, redes sociais etc.) ou em sites de busca (como Google, Yahoo, Bing, etc). Por isso, esses sites nunca devem ser utilizados para acessar o Banknet, e nunca clique em links recebidos por mensagem. Digite o endereço www.brb.com.br de forma completa em seu navegador, e fique atento às páginas seguintes e a qualquer dado estranho que seja solicitado.

Navegando na internet de forma atenta e segura, é possível prevenir-se dos golpes mais comuns.

Clique aqui para dicas de segurança.

 

123

Golpe do falso contato telefônico

 

figura 2 - golpe do falso contato telefnico

 

Os criminosos entram em contato com clientes, fazendo-se passar por funcionário do Banco, e informam ao cliente sobre uma suposta transação suspeita em sua conta.

Para evitar a suposta fraude, pede informações bancárias do cliente e sua senha de acesso à conta.

Os passos desse golpe podem variar, de acordo com o tipo de canal que o bandido quer acessar.

O importante é que o cliente nunca repasse sua senha a terceiros, nem as digite nas teclas do aparelho telefônico, mesmo que este informe trabalhar na instituição financeira na qual possui conta.

A senha da conta só deve ser utilizada quando o cliente:

  • realiza compra a débito em estabelecimentos comercial conhecido;
  • liga para o Telebanco 3322-1515, a fim de consultar informações de sua conta ou realizar transações financeiras;
  • dirige-se a uma máquina de autoatendimento, Banco 24Horas ou terminais compartilhados de outros Bancos, a fim de sacar valores, efetivar pagamentos, consultar extratos, etc.

Clique aqui para dicas de segurança.

 

Golpe do Motoboy

figura 3 - golpe do motoboy

Assim como ocorre no golpe do falso contato telefônico, um estelionatário liga para o cliente e o indaga se realizou uma suposta compra de determinado valor. O cliente informa que desconhece a transação; em seguida, o responsável pelo contato informa que o cartão será bloqueado por suspeita de fraude e orienta o cliente a tomar procedimentos relacionados à suposta fraude: redigir uma declaração informando não ter realizado a transação suspeita de fraude, informar a senha da conta, quebrar o cartão e entregá-lo a um motoboy que o buscará em sua residência.

 

Cliquei aqui e veja dicas de segurança.

 

Empréstimo da conta para recebimento de valores

 

figura 4 - emprstimo da conta para recebimento de valores

 

Para facilitar a retirada dos valores de contas fraudadas, os criminosos buscam contas de pessoas que conhecem para transferirem parte dos recursos e sacarem. Desta forma, pedem a parentes, amigos ou conhecidos que “emprestem” o número de sua conta para receberem valores, supostamente, de vendas, prestação de serviços ou outras origens informais e desconhecidas. Muitas vezes, o titular da conta desconhece a fraude e saca os valores para entregar ao terceiro, agindo com descuido na movimentação de sua conta.

É importante que nunca se empreste o número de sua conta para que outras pessoas a movimentem.

Clique aqui e veja dicas de segurança.


Falsificação de cheques

figura 5 - falsificao de cheques

Este tipo de fraude é muito utilizado pelas quadrilhas de falsificação.

Os criminosos falsificam folhas, os cheques são clonados, ou adulteram as originais emitidas por clientes.

A adulteração pode ocorrer aproveitando-se de espaços em branco no preenchimento do valor. Outra forma utilizada é quando oferecem uma caneta cuja tinta pode ser apagada posteriormente.

Clique aqui e veja dicas de segurança.

 

Razão Social: BRB - Banco de Brasília SA | CNPJ: 00.000.208/0001-00 | Endereço da Sede: SBS Qd. 01, Bl. E Ed. Brasília - Brasília/DF - Cep: 70.072-900