BRB - Banco de Brasília

Você está em: Para Você»Empréstimos e Financiamentos»Linhas de Crédito»Crédito Rural

Crédito Rural


Um verdadeiro incentivo à atividade rural. Com o Crédito Rural do BRB, você encontra o financiamento que precisa para fomentar o desenvolvimento e o crescimento dos seus negócios. É o Banco de Brasília acreditando e investindo na força que vem do campo.

Objetivos

  • Estimular os investimentos rurais para a produção, extrativismo não predatório, armazenamento, beneficiamento e industrialização dos produtos agropecuários, quando efetuados pelo produtor na sua propriedade rural, por suas cooperativas ou por pessoa física ou jurídica equiparada aos produtores.
  • Favorecer o oportuno e adequado custeio da produção e comercialização de produtos agropecuários.
  • Fortalecer o setor rural.
  • Incentivar a introdução de métodos racionais no sistema de produção, visando ao aumento do padrão de vida das populações e à adequada defesa do solo.


Finalidades

CUSTEIO: Destina-se a cobrir despesas normais dos ciclos produtivos, tanto agrícolas quanto pecuários.
INVESTIMENTO: Visa cobrir as aplicações em bens ou serviços cujo desfrute se estenda por vários períodos de produção. Também engloba agricultura e pecuária.
COMERCIALIZAÇÃO: Modalidade voltada à cobertura de despesas próprias de fase pós-colheita da produção ou conversão em espécie dos títulos oriundos de sua venda ou entrega pelos produtores ou suas cooperativas.
Confira abaixo as linhas de crédito rural do BRB e solicite aquela que se adequa ao seu negócio. Procure uma de nossas agências que operacionalizam o Crédito Rural e converse com os nossos gerentes.

AGRICULTURA EMPRESARIAL


CRÉDITO À COOPERATIVAS - Atendimento a cooperados


PRONAMP


AGRICULTURA FAMILIAR



Veja também:



AGRICULTURA EMPRESARIAL

CUSTEIO

Custeio Agrícola: Concessão de crédito para financiar as despesas normais dos ciclos produtivos de lavouras periódicas e manutenção de lavouras permanentes.

Beneficiários: Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

Itens Financiáveis: Adubos, fertilizantes e demais insumos necessários à implantação das lavouras de soja e milho.


Antecipação de insumos: Concessão de crédito para financiar as despesas com insumos e fertilizantes para a próxima safra.

Beneficiários: Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

Itens Financiáveis: Adubos, fertilizantes e demais insumos necessários à implantação das lavouras de soja e milho.


Custeio Pecuário: Concessão de crédito para financiamento de despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc).

Beneficiários: Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

Itens Financiáveis: Despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc), tais como limpeza de pastagens; aquisição de sal, ração, medicamentos, e etc).


INVESTIMENTO
Investimento Pecuário:
Financiamento de operações destinadas à aquisição de bovinos ou bubalinos para reprodução ou cria.

Beneficiários: Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

Itens Financiáveis: Matrizes em estágio de reprodução de bovinos e búfalos de leite ou corte.


COMERCIALIZAÇÃO
Comercialização Agrícola:
Financiar as despesas de pré-comercialização, desconto de notas promissórias rurais – NPR, duplicatas rurais(DR), Linhas Especiais de Crédito (LEC) e Empréstimos do Governo Federal – EGF.

Beneficiários: Produtores Rurais PF/PJ, inclusive suas cooperativas.

Itens Financiáveis: Despesas de pré-comercialização, desconto de notas promissórias rurais – NPR, duplicatas rurais(DR), Linhas Especiais de Crédito (LEC) e Empréstimos do Governo Federal – EGF.


CRÉDITO À COOPERATIVAS

Atendimento a cooperados: crédito à cooperativa de produção agropecuária para atendimento aos cooperados.
Comercialização: Crédito para realização de adiantamentos a cooperados por conta de produtos entregues à cooperativa para venda.

Beneficiários: Cooperativa de produção agropecuária para atendimento aos cooperados.

Itens Financiáveis: Adiantamentos a cooperados por conta de produtos entregues à cooperativa para venda.

Atendimento a cooperados: crédito à cooperativa de produção agropecuária para atendimento aos cooperados.
Custeio: Destinado aquisição de insumos para fornecimento aos cooperados.  

Beneficiários: Cooperativa de produção agropecuária para atendimento aos cooperados.

Itens Financiáveis: Sementes, mudas, fertilizantes, defensivos, utensílios agrícolas, bens essenciais ao consumo, materiais diversos e demais produtos necessários ao custeio da produção, inclusive quando destinados a avicultura, suinocultura e piscicultura em regime de integração.


PRONAMP
CUSTEIO
Pronamp Custeio Agrícola:
Financiamento para custeio, admitida a inclusão de verbas para atendimento de pequenas despesas conceituadas como de investimento e manutenção do beneficiário e de sua família.

Beneficiários: Proprietários rurais, posseiros, arrendatários ou parceiros que possuam renda bruta anual de até R$2.000.000,00 (dois milhões de reais), considerando nesse limite a soma de 100% (cem por cento) do Valor Bruto de Produção (VBP), 100% (cem por cento) do valor da receita recebida de entidade integradora e das demais rendas provenientes de atividades desenvolvidas no estabelecimento e fora dele e 100% (cem por cento) das demais rendas não agropecuárias.

Itens Financiáveis: Despesas normais do ciclo produtivo de lavouras periódicas, da entressafra de lavouras permanentes ou da extração de produtos vegetais espontâneos ou cultivados, incluindo o beneficiamento primário da produção obtida e seu armazenamento no imóvel rural ou em cooperativa.


Pronamp Custeio Pecuário: Financiamento para custeio, admitida a inclusão de verbas para atendimento de pequenas despesas conceituadas como de investimento e manutenção do beneficiário e de sua família.

Beneficiários: Proprietários rurais, posseiros, arrendatários ou parceiros que possuam renda bruta anual de até R$2.000.000,00 (dois milhões de reais), considerando nesse limite a soma de 100% (cem por cento) do Valor Bruto de Produção (VBP), 100% (cem por cento) do valor da receita recebida de entidade integradora e das demais rendas provenientes de atividades desenvolvidas no estabelecimento e fora dele e 100% (cem por cento) das demais rendas não agropecuárias.

Itens Financiáveis: Aquisição de animais para recria e engorda, quando se tratar de empreendimento conduzido por produtor rural independente. E aquisição de insumos, em qualquer época do ano.


AGRICULTURA FAMILIAR
CUSTEIO
Pronaf Custeio Agrícola
: Concessão de crédito para financiar as despesas normais dos ciclos produtivos de lavouras periódicas e manutenção de lavouras permanentes.

Beneficiários: Agricultores e produtores rurais que compõem as unidades familiares de produção rural e que comprovem seu enquadramento mediante apresentação da “Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP)” ativa.

Itens Financiáveis: Adubos, fertilizantes e demais insumos necessários à implantação das lavouras de soja e milho.


Pronaf Custeio Pecuário: Concessão de crédito para financiamento de despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc).

Beneficiários: Agricultores e produtores rurais que compõem as unidades familiares de produção rural e que comprovem seu enquadramento mediante apresentação da “Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP)” ativa.

Itens Financiáveis: Despesas relacionadas à atividade pecuária (bovinocultura, suinocultura, avicultura, etc), tais como limpeza de pastagens; aquisição de sal, ração, medicamentos, e etc).


AGROINDÚSTRIA
Crédito de Industrialização para Agroindústria Familiar:
São créditos destinados ao custeio do beneficiamento e industrialização da produção para a Agroindústria Familiar.

Beneficiários:
I - Agricultores e produtores rurais que compõem as unidades familiares de produção rural e que comprovem seu enquadramento mediante apresentação da “Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP)” ativa, no caso de pessoa física, desde que, no mínimo, 80% (oitenta por cento) da produção a ser beneficiada, processada ou comercializada seja própria;
II - os empreendimentos familiares rurais que apresentem DAP pessoa jurídica ativa para a agroindústria familiar;
III - as cooperativas da agricultura familiar que apresentem DAP pessoa jurídica ativa para esta forma de organização.

Itens Financiáveis: Aquisição de embalagens, rótulos, condimentos, conservantes, adoçantes e outros insumos, formação de estoques de insumos, formação de estoques de matéria-prima, formação de estoque de produto final e serviços de apoio à comercialização, adiantamentos por conta do preço de produtos entregues para venda, financiamento da armazenagem, conservação de produtos para venda futura em melhores condições de mercado e a aquisição de insumos pela cooperativa de produção de agricultores familiares para fornecimento aos cooperados.


AGÊNCIAS DO BRB QUE OPERACIONALIZAM O CRÉDITO RURAL

  • Ag. Brazlândia;
  • Ag. Ceasa;
  • Ag. Planaltina;
  • Ag. Unaí.


DIREITOS DO PRODUTOR

  • Exigir assistência técnica durante a vigência da operação, quando contratada;
  • Ter prorrogação de seus vencimentos, quando amparado pelo MCR 2.6.9;
  • Ter os comprovantes de pagamentos das parcelas;
  • Ter uma cópia do instrumento de crédito;
  • Ser informado quando do deferimento ou indeferimento de seus pleitos;
  • Obter informações referentes aos seus financiamentos.


DEVERES DO PRODUTOR

  • Apresentar a nota fiscal ou comprovante de aquisição dos equipamentos, maquinários, insumos, ou animais adquiridos com o financiamento até o 30º dia da liberação do crédito;
  • Comunicar ao banco, por escrito, anormalidades na condução da operação, tais como: adversidades climáticas prejudiciais ao empreendimento (chuva, seca, granizo), doença e mortalidade de animais, dificuldade de comercialização, entre outras que se ache necessário;
  • Manter em sua posse e em perfeitas condições as garantias oferecidas e ainda ter ciência de que não poderá vendê-las sem anuência prévia do banco;
  • Manter em dia o pagamento das parcelas;
  • Exigir da assistência técnica pelo menos três laudos em cada ano da vigência da operação e comunicar ao banco a substituição do assistente ou possíveis problemas de relacionamento;
  • Comunicar ao banco, formalmente, a alteração de empreendimento ou alteração de localização do empreendimento relatando os motivos;
  • Manter em dia o seguro obrigatório dos maquinários e equipamentos durante a vigência do financiamento;


CONDIÇÕES GERAIS
Para ter agilidade na análise do seu processo, é importante que o produtor apresente a completa documentação necessária. A falta ou atraso na entrega dessa documentação pode implicar morosidade no trâmite e até no indeferimento do pleito.

Razão Social: BRB - Banco de Brasília SA | CNPJ: 00.000.208/0001-00 | Endereço da Sede: SBS Qd. 01, Bl. E Ed. Brasília - Brasília/DF - Cep: 70.072-900